Festa da Exaltação da Santa Cruz

Dia 14 de setembro, Exaltação da Santa Cruz. “Escândalo para os judeus, loucura para os pagãos” disse São Paulo. Loucura não porque os tempos fossem outros, pois ainda hoje a veem como insanidade. A cruz era utilizada pelos romanos como castigo aos malfeitores, e é historicamente o pior tormento visto em todo o Império Romano. Isto é o suficiente para entendermos a loucura cogitada da cruz. Mas como todo sofrimento em Cristo é elevado ao mais alto grau de oração e oferecimento ao Pai, com a Cruz isto em nada difere. Aquilo que era o símbolo de escândalo e loucura converteu-se em um estandarte radiante de glória. “Clarifica me Pater”, e foi de fato na cruz que o Filho foi glorificado, esmagando a maldade e o pecado por meio de seu sofrimento. Contudo, o madeiro só poderá ser visto como glória por aqueles que a ele souberem se abraçar com Cristo, o único que pode mudar a morte em vida, fazendo da cruz uma bandeira.

Assim como todo cristão, e ainda em maior grau, o sacerdote deve saber abraçar a cruz e adorá-la como verdadeiro instrumento de Salvação. Por isso procuramos viver no seminário este espírito de apego e abandono à cruz de Nosso Senhor, e esta data de a exaltarmos não passou despercebida. Outrossim foi festejada gloriosamente, não como loucura ou escândalo, mas como o leito onde corre as graças do Coração de Jesus. Ao fim da Santa missa cantada, o reitor deu a benção com a relíquia da verdadeira Cruz. “Adoramos te Christe et benedicimus tibi quia per sanctam crucem tuam redesmiti mundum!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *