Ordenação ao Subdiaconato e Recepção das Ordens Menores (Ostiariato e Leitorato)

Ordenação ao Subdiaconato e Recepção das Ordens Menores (Ostiariato e Leitorato)

O dia escolhido para a ordenação ao subdiaconato e recepção das ordens menores no Seminário da Imaculada Conceição foi o da festa de São João Batista. Com efeito, esse santo é insigne por ser ele o precursor do Senhor, que aplainou os caminhos para que a Palavra de Deus fizesse passagem entre o povo e que, por seu exemplo, chamou muitos a viverem uma vida nova, voltada para o valores do alto. Ler mais

O Subdiaconato

O Subdiaconato

O subdiaconato é a primeira das ordens maiores, embora não seja parte mesma do sacramento da Ordem, é a Ordem pela qual os ordenados são tidos na Liturgia como ministros sagrados pela qual a Igreja confere o poder de servir ao diácono na missa solene, de lhe oferecer o cálix e a patena, de preparar a água para o s. sacrifício, de cantar a epístola e de abluir as palas e os corporais. Nosso Senhor exerceu este oficio quando em Caná de Galiléia fez vinho da água para o banquete nupcial e quando na última ceia lavou os pés dos discípulos. (Durandus I. II c. 8 n. 5.) Ler mais

As Ordens Menores

As Ordens Menores

Conforme Pontificale Romanum, antes das ordenações sagradas a Igreja vai dando aos candidatos ao sacerdócio funções próprias do estado clerical, herdadas desde longa data pela Igreja. Aqui falaremos somente do ostiariato, leitorato, exorcistato, acolitato e subdiácono. Ler mais

Ordenação Sacerdotal

Ordenação Sacerdotal

Ocorreu no dia 17 de dezembro de 2016 a Ordenação Sacerdotal do Diácono Jorge Luís Conceição da Silva. Sendo natural de Caxias, Maranhão, atendeu ao chamado sacerdotal, tendo entrado no Seminário da Administração Apostólica São João Maria Vianney em 2010, onde, desde então, passou pelo período de formação. Ler mais

Ordens Menores

Ordens Menores

No dia 15 de outubro, foi conferido em Itaperuna por nosso Administrador Apostólico, Dom Fernando Arêas Rifan, as ordens menores do exorcistato e do acolitato a dois seminaristas, João Batista Ferreira Fabre e Jean Carlo Santos Marques. Aquele proveniente da paroquia de Varre-Sai cujos fiéis acorreram em grande número; este oriundo de Ubá que, por sua vez, foi acompanhado com não menor concorrência de familiares e amigos. Ler mais